INTERIOR.

Te sinto agora comigo
e quão distante estás
Cerro o olhos e vejo
a boca tão desejada
o sangue acelera nas veias
Estou contigo e mais nada

Não necessito presença
ausência nunca existiu
Tu és o meu interior habitado
que a vida não destruiu

Morador enquanto eu viver serás
num silêncioso barulho
gritando suas emoções
num mergulhar tão profundo
apenas o retumbar
A parte do exterior do mundo!
Marilene Alagia
BAGÉ RS

Vistas: 6

Los comentarios están cerrados para esta publicación de blog

Ando revisando  cada texto  para corroborar las evaluaciones y observaciones del jurado, antes de colocar los diplomas.

Gracias por estar aquí compartiendo tu interesante obra.

Insignia

Cargando…

© 2021   Creada por AdministraciónOME-SorGalim.   Con tecnología de

Insignias  |  Informar un problema  |  Política de privacidad  |  Términos de servicio